UM FILME, DOIS ARTISTAS INDÍGENAS E UMA MARCA DE ROUPAS.

Esse encontro com o propósito de unir ferramentas de comunicação (filme, arte e camisetas) em torno da urgência didática oferecidas pelos povos indígenas e suas múltiplas histórias, se deu em torno do premiado filme A FEBRE. A distribuidora Vitrine Filmes convidou os artistas Yacunã e Gustavo Caboco para, junto com a Tamã, criarem duas lindas camisetas que têm a função de valorizar as culturas, artistas e povos indígenas; divulgar e promover o filme “A FEBRE”; e possibilitar debates sobre as relações interculturais.

A Febre, é o novo filme de Maya Da-Rin, que teve sua estreia mundial na competição internacional do Festival de Locarno, onde ganhou o Leopardo de Ouro de Melhor Ator, com o Regis Myrupu, que interpreta o Justino. Além do prêmio da crítica internacional FIPRESCI e do prêmio do especial do júri “Enviro- ment is quality of life”. Até o momento, A Febre já foi exibido em mais de 60 festivais internacionais e ganhou 30 prêmios, incluindo Melhor Filme nos festivais de Brasília, Biarritz, Pingyao, Indie Lisboa e Mar del Plata, e Melhor direção em Chicago e Rio.

O filme narra a história de Justino, um indígena do povo Desana que trabalha como vigilante em um porto de cargas de Manaus. Enquanto sua filha se prepara para estudar medicina em Brasília, ele é tomado por uma febre misteriosa. Longe de seu povo e de sua família, Justino adentra uma jornada que o levará de volta à sua aldeia, de onde partiu anos atrás.

Falado em português e nos idiomas indígenas tukano e tikuna, A Febre é protagonizado por Regis Myrupu, do povo Desana, Rosa Peixoto, do povo Tariano, além de contar também no elenco com atores de origem Tukano e Tikuna. Durante o lançamento, com a assessoria da comunicadora indígena Naine Terena, o filme será exibido em aldeias de diferentes regiões do país, através de parcerias com cineastas indígenas, e contará com rodas de conversas online reunindo pensadores e artistas contemporâneos, indígenas e não indígenas.

___

GUSTAVO CABOCO É ARTISTA WAPICHANA. A caminhada de retorno à origem indígena guia sua produção nas artes visuais. Nascido em 1989, em Curitiba, num ambiente urbano ouvindo as histórias de sua mãe sobre a família, sobre sua cultura e a paisagem ancestral do lavrado roraimense. “Encontrei no desenho, na pintura, no texto, no bordado, na animação e na performance maneiras de pensar sobre os deslocamentos dos corpos indígenas e nossas formas de (re)conexão com os territórios originários. Com meu trabalho busco dialogar com as contemporaneidades indígenas, tratando de questões referentes à constituição das identidades e do cultivo da memória."

CAMISETA GUSTAVO CABOCO "A FEBRE"

R$85.00Preço
TAMANHO
COR
    • Instagram - White Circle
    • White Facebook Icon
    • White Twitter Icon
    • White Google+ Icon
    • White YouTube Icon

    TAMÃ É UMA MARCA DA HABITAT SOCIOAMBIENTAL

    CNPJ 36.332.099/0001-76 

    SHVP RUA10A CH 126A  Vicente Pires /DF - CEP 72007170